Uma nova Comic Sans?

Na faculdade de Design todos aprendemos que Comic Sans não é uma boa fonte. Desde cedo, somos instruídos a odiar e repudiar essa fonte. Por que essa, dentre tantas fontes ruins, traz tanto ódio no coração de tantas pessoas? Não faço idéia. Mas para aqueles que morrem um pouco por dentro a cada layout com Comic Sans, talvez exista uma esperança: a Comic Serif!

show_comic2

O nome completo da fonte é “HVD Comic Serif” e foi criada por Hannes von Döhren e lançada em 2007. Ela existe agora em formato OpenType e está disponível para download gratuito aqui!

“A HVD Comic Serif deverá se espalhar e fazer o mundo um pouquinho melhor.”
( The HVD Comic Serif should spread all over and make the world a little bit better. )
– Hannes von Döhren

Veja algumas imagens da fonte em uso:

example_mijk

example_030_2

example_bleibhungrig

A Comic Serif possui o mesmo caráter divertido da Comic Sans original, mas seu desenho é mais trabalhado. Considero uma fonte melhor do que a original, mas acredito que mesmo a Comic Sans tradicional tem seu uso. Tudo depende do conceito e do resultado que se quer obter em cada trabalho.

Dica da Mônica
Via: IDSGN


  • eu achei de mais a frase: “A HVD Comic Serif deverá se espalhar e fazer o mundo um pouquinho melhor.”

    eu sou daquelas que morre um pouquinho a cada layout com Comic Sans. e repudio meus amigos não designers que usam essa fonte… com frases tipo:

    – Cala a boca Luiza, você não tem moral, você usa Comic Sans. hahahahahaha.

    that’s it. já estou fazendo download e vamos ver se é bacana mesmo :)

  • Paulo Cholla

    hahahahaha! gostei! vou baixar tb!

  • Pois é. . . Também achei essa mais bacaninha. Mais trabalhada.

    Também vou fazer o download =D

  • Achei bacana tb!
    Claro, se vc pensar bem, qualquer um que tiver um mínimo de conhecimento em tipografia e se propor a desenhar uma fonte vai obter êxito! O problema são essas fontes feitas para sistema operacional que são todas desestruturadas e não seguem nenhuma regrinha básica de contrução. É o caso da Comic Sans e da Arial, por exemplo, que qdo comparada com uma Helvetica de verdade vc nota a diferença de cuidado na hora de desenhar.
    Acho que é por isso que umas fontes devem ser odiadas mesmo… Claro, isso pra quem se importa e trabalha com isso.

  • Thabata

    Achei ela bem divertida! Eu acho que o problema da comic sans é que ela é acaba sendo o única opção que as pessoas (não-designers) consideram “divertida”… e aí quando eles querem dar um toque divertido para o que eles fazem, dá-lhe comics sans.

  • Comentário longo e que provavelmente quase ninguém vai querer perder tempo lendo, mas, azar… =P

    Bom, odiar a Comic Sans fora de contexto é fácil, agora, reconhecer que ela cumpre muito bem a função para qual foi criada, exige um pouco mais de conhecimento em tipografia.

    Ela foi lançada pela Microsoft em 95, com uma função muito específica: servir de typeface substitua da Times New Roman na interface gráfica alternativa “Microsoft Bob”.
    A interface tinha a proposta de ser mais amigável que o extinto windows 3.11 e o windows 95, e se expressava através de uma linguagem estilo quadrinhos, com personagens se comunicando através dos clássicos “balões” de falas.

    Ora, convenhamos, Times New Roman em balões de quadrinhos?
    Não né!
    A Comic Sans exerce essa função com maestria (claro, foi exatamente pra isso que ela foi criada. Rá!).

    E como curiosidades adicionais:

    – Ela foi inspirada nas typefaces usadas nos HQs Batman Dark Knight Returns e Watchmen. Nerd é pouco. (Y)

    – O tão execrado designer da Comic Sans hoje trabalha em londres, numa das maiores type foundries do mundo, a inglesa Dalton Maag.

    Pois é… conhecer antes de criticar é bom, né? =]

    .j

  • Olá Medina,
    algumas observações:
    Todos os comentários são lidos por completo, a opnião dos nossos leitores são fundamentais para que continuemos a postar.

    Poxa, “Pois é… conhecer antes de criticar é bom, né?” isso é meio agressivo. . . Nós somos bacharéis em Design, estudamos para tal e identificamos problemas e soluções para cada trabalho.

    Muitos dos trabalhos que fazemos, caem como uma luva, para outros trabalhos, porém ele foi feito para aquele trabalho sem ter a pretensão de ser um bom trabalho em outro lugar, entende o que quero dizer? Um iglu é ótimo no Alaska, não no Brasil.

    O sr, Vincent Connare, tem outros trabalhos. Não somos apenas um trabalho. Somos o conjunto de trabalhos e esforços para chegarmos onde chegamos. Não posso diminuir o trabalho do Connare apenas com a Comic Sans.

    Estou ciente que a comic sans foi uma fonte feita para MS Bob, (que por algum motivo não saiu), mas como disse antes, foi feita para isso e talvez tenha sido um ótimo trabalho, que atendia as expectativas do trabalho em questão.

    Procurei saber mais sobre o MS Bob e digo que, caro Medina, a comic sans se encaixa perfeitamente ao projeto gráfico do Microsoft Bob, vide http://www.telecommander.com/pics/links/application%20software/microsoft/Microsoft_Bob_1_0/Microsoft_Bob_1_0.htm acredito que todos os trabalhos parecidos com o projeto gráfico deste, deve levar tal font e que qualquer coisa diferente requer um repertório maior para uma boa escolha.

    Para assuntos deste teor sempre aconselho a procura do Designer Paulo Cholla que é criador de fonts ricas em conceitos que expressam um alto teor de conhecimento.

    Medina, agradeço muito o seu comentário, pois nós do Boteco, acreditamos que pessoas não são iguais e que podemos e, azvezes, devemos ter opniões diferentes. Valeu pelo MS Bob, eu que uso pc desde antes do windows 3.1, não conhecia.

    Abraços,
    até a próxima

  • Hey, Vinícius!

    Desculpe se soei agressivo com minha afirmação, não era a intenção. Ademais, não foi dita diretamente a quem escreveu o artigo… achei que tivesse ficado claro. =]

    Talvez tenha me exaltado, pois sempre fui um defensor da funcionalidade da Comic Sans, ainda mais depois de ter assistido à uma aula de um dos designers da Dalton Maag (não, não foi o Connare, hehe), que contou mais detalhes da história dela.

    Enfim, concordo com o que escreveste.

    Por fim, o MS BOB levou toco por uma série de motivos, dos quais poderia citar a exigência de pré-requisitos gráficos mínimos um bocado acima da média para a grande maioria dos home-pcs da época, ter um preço salgado e o fato de que quem queria facilidade no uso do seu computador (principal ponto do MS BOB), procurava os Apples. =]

    Por hora é isso.
    Desculpe por qualquer mau-entendido.

    Abraço,

    .j

  • Thio

    Juliano,

    Pois é. Eu também já utilizei a Comic Sans para um trabalho que buscava referência no universo dos quadrinhos e ela encaixou perfeitamente. Acho que deixei claro no texto que não sou contra a Comic Sans e que ela serve a seus propósitos quando bem utilizada, como também foi apontado pelo Vinícius. Só apontei que a fonte tem essa popularidade às avessas entre os designers.

    Tendo dito isso, adorei seu comentário. É bom ver os leitores do Boteco participativos assim!
    Volte sempre!!