Embalagens com (não)design — Boteco Design
fade
2846
post-template-default,single,single-post,postid-2846,single-format-standard,eltd-core-1.2,malmo-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-ajax,eltd-grid-1300,eltd-blog-installed,eltd-header-standard,eltd-fixed-on-scroll,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-dropdown-slide-from-top,eltd-fullscreen-search,eltd-search-fade,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Embalagens com (não)design

Designers e consumidores: uni-vos!

Apesar de toda a conversa, toda a preocupação com o meio ambiente, todas as campanhas pressionando o pobre do Barack Obama a assinar tratados e contas contra o aquecimento global, e o que fazemos?  Permitimos e muitas vezes consumimos isso:

Isso mesmo! Um monte de plástico e isopor para que? Para embalar UMA banana!!! E porque? Porque alguém compra. Isso acontece por uma porção de razões: a primeira é que muitas empresas ainda acham que contratar um designer é caro, ou inútil. Mas principalmente porque alguém consome. Como designers e consumidores, devemos desencorajar esse tipo de barbaridade, e devemos procurar consumir produtos que se preocupam com o ambiente, e que pagam um designer para isso.

Outros exemplos:

Embalagem de manteiga de amendoim individual

Rosas embaladas individualmente

Fones de ouvido

Fones de ouvido

Enfim, só para comentar. Mais uma importância (e acredito, um dever) do designer, que deve ser endossado pelo consumidor. A bronca fica só porque hoje é dia de ação de graças, e aqui nos EUA os índices de desperdício são absurdos!

Via: Treehugger e Design Muse


  • Pingback: Tweets that mention Boteco Design! » Blog Archive » Embalagens com (não)design -- Topsy.com()

  • Só acho que você mistura um pouco as coisas na sua postagem, já que realmente é um absurdo fazer uma embalagem para UMA banana.
    Só que não precisamos achar que isso jogou fora o trabalho de um designer, já que é algo absolutamente desnecessário, pois a natureza não precisa do descarte de uma embalagem dessas, seja mal feita ou bem feita.
    Basta vender a banana a granel. Pronto!
    E a “embalagem” que você mostra da rosa, na verdade é um molde que eles colocam para as rosas se crescerem e ficarem nessa forma, evita também que ela se despetale ou queime.
    Ou seja, foi uma forma de “preservar” a rosa para que as pessoas queiram depois comprar, já que ninguém quer uma rosa machucadinha. Então tem-se que alterar o hábito das pessoas de quererem tudo tão perfeitinho, pois há beleza tbm na imperfeição.

  • Silvia, concordo contigo! Apesar desta “mistura” que foi feita no post, vale a pena a chamada para os absurdos que acontecem na utilização de embalagens, como no caso da banana – acabaram com a embalgem perfeita…

  • Thabata

    Oi Silvia, oi Danilo! Concordo que eu misturei um pouquinho. Relendo o post, percebi que não ficou claro que eu quis focar no desperdício!
    E embalar cada rosa uma a uma é um desperdício, e se pensarmos na quantidade de rosas que são comercializadas todos os dias… a quantidade de plástico é absurda. De qualquer jeito, valeu pelo comentário!!!

  • Vale ressaltar que tanto o envoltório para rosas como a bandeja de banana são embalagens feitas de isopor, um dos materiais de menor valor agregado no mercado de reciclagem, mas que dura centenas de anos na natureza, como todo tipo de plástico.