London Pop Up Graphic Cafe — Boteco Design
fade
5389
post-template-default,single,single-post,postid-5389,single-format-standard,eltd-core-1.2,malmo-ver-1.2,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-ajax,eltd-grid-1300,eltd-blog-installed,eltd-header-standard,eltd-fixed-on-scroll,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-dropdown-slide-from-top,eltd-fullscreen-search,eltd-search-fade,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

London Pop Up Graphic Cafe

Esse negócio de pop-up está na moda hoje em dia (contanto que não seja no seu browser, claro). Tem pop-up tudo, restaurante pop-up, livraria po-up, café pop-up… aqui onde eu moro, em Boise, Idaho, tem uma espécie de pop-up mobile pub, que funciona (pasmen) graças aos esforços de todo mundo que, enquanto bebe, vai pedalando (mas eu deixo esse para outro post).

O fato dessas construções serem temporárias dá uma grande liberdade aos projetistas, que se permitem experimentar estéticas que talvez não fossem apropriadas a uma construção permanente. E, se der tudo errado, é só temporário… agora, se der certo, é uma grande pena ter que desmontar. Eu acho que é esse o caso desse pop-up café em Londres  desenvolvido pela designer britânica e artista Myerscough Morag em colaboração com o poeta do twitter: Lemn Sissay.

Muito legal a justaposição de planos e cores, você consegue uma visão interessante de qualquer lado que você olhe. E é muito legal o uso massivo de tipografia no projeto: o display é muito maior que o café em si, o que faz com que ele seja mais uma instalação de arte que possui um café incorporado do que o contrário. Esse café fica perto da estação de Greenwich em Londres… ainda está lá, se você estiver indo para Londres em breve, vale a pena visitar.

Via: amenidades do design