Onde estão as inspirações

Comecei a trabalhar no final dos anos 90 e meu trabalho sempre foi muito ligado a criatividade, já trabalhei com arquitetura, design, ideias, estratégia entre outras coisas e algo que sempre me chamou atenção foi a forma como as pessoas buscam suas inspirações e referências
Hoje temos informações muito abundantes, temos internet “livre”, temos informações em tempo real e referências vindas de todos os lugares do planeta. Lá no final dos anos 90 a internet era discada, os livros e as experiências das pessoas eram as fontes mais ricas para nos inspirar, íamos a campo, parávamos para pensar, pesquisar, entender, ouvir e aprender
E qual a diferença fundamental com o mundo atual? Curiosidade e vontade
A qualidade do trabalho é  ótima nas duas épocas mas hoje as pessoas tendem a se acomodar e beber das mesmas fontes (preguiçosas) e os trabalhos em si tendem a ficar sempre muito parecidos, pouco criativos e sem “propriedade”
E como ir além?
Sair um pouco de trás do computador, pensar mais antes de executar, pensar na solução de problemas, desconstuir o que já foi feito, entender que não sabemos tudo e que para “achar no google” você precisa saber o que? e como? pesquisar
E eu, como busco minhas inspirações?
– Gosto de uma boa banca de jornal e uma boa livraria me faz muito feliz
– Procuro entender a narrativa das experiências de consumo e desconstruir
– Visitar museu fora do Brasil é “chique” e da para tirar selfie, mas aqui no Brasil tem coisa boa para visitar, então vá e deixe seu “selfie em casa”
– Aproveite a tecnologia ela está aí para ajudar, mas planeje como ela pode ser útil. Senão seu trabalho vai ficar igual ao seu vizinho
– Muitas ideias boas surgem num bate papo, num bar, numa boa conversa. Faça isso, principalmente com pessoas que não trabalham na mesma área que você
– Faça caminhos diferentes, faça de outro jeito, leia outra coisa, experimente
– Estude um pouco sobre outros temas.  Gosto de arquitetura e urbanismo é completo e complexo, me faz pensar,  faz ir além
– Não pense em problemas pense na solução que você daria, apenas como exercício
E vocês, quais são suas inspirações?
Abaixo Steven Johnson no TED falando sobre “de onde vem as boas ideias”