Moeda comemorativa em braille

publicidade

moeda em braille

Moeda de prata comemorativa marca os 200 anos do nascimento de Luis Braille, o criador do sistema de leitura para cegos.

Essa é a primeira moeda de dólar com caracteres em braille. E todo o dinheiro arrecado pela venda dessas moedas será revertido para a campanha ‘Braille readers are leaders’ – leitores em brailles são líderes.

É uma iniciativa bem interessante… mas que poderia não ser apenas comemorativa.
Mesmo por que, em maio do ano passado a justiça americana já havia determinado a mudança de tamanho ou de textura das notas de dólar para que elas pudessem ser diferenciadas pelos deficientes visuais. A corte disse ser “inaceitável” que todas as notas tenham o mesmo tamanho e a mesma textura. (Leia mais aqui.)

Via: G1
com um pouquinho de ajuda do O Globo

  • sensacional!! deveria mesmo ser padrão em todas as moedas do mundo ter o valor em braile. e as notas deveriam ser diferenciadas mais facilmente pelos deficientes visuais.

    esse tipo de ideia é excelente, coloca o design fazendo o que ele realmente tem que fazer: comunicar.

  • eu também concordo!

    mas acho que nos casos das moedas, pelo menos aqui no Brasil, ainda há diferenciação de tamanho, peso, material… o que de certa forma facilita essa diferenciação.

    mas e as notas?!?
    alguém assistiu Ray, o filme do Ray Charles? ele fazia questão de receber o cachê dele em notas de um dólar, justamente por essa dificuldade de diferenciar as notas…

    um problema antigo que até hoje ainda está sem solução… está aí uma coisa pra se pensar!

  • Thio

    Bom… braile em moedas eu não sei até que ponto rola. É uma idéia legal, mas tem que pensar que criar o relevo necessita mais material e se pensarmos na leva de moedas no mercado, o custo de produção poderia ser bem alto.

    A solução que temos aqui no Brasil eu acho bem bacana! Todas as moedas tem pesos e tamanhos diferentes, além das diferentes texturas da lateral de cada moeda. Isso já foi pensado para os deficientes visuais. Não sei se existe a necessidade do braile em moedas.
    É claro que somente um deficiente visual poderia falar se isso seria realmente necessário. Mas do meu ponto de vista pelo menos, as moedas já são bastante diferenciáveis. Acho natural essa moeda ser lançada somente em caráter comemorativo.

    Agora, quanto as notas, isso sim! Precisa rolar um estudo em cima disso e buscar uma solução para a diferenciação do dinheiro em papel.

  • @Thio: vamos fazer um teste no almoço amanhã, então! :P

    acho que usar mais material para fazer o braile é perfeitamente justificável. ainda mais que a moeda não tem um tamanho mínimo, então se você pegar as atuais e reduzir proporcionalmente ao que seria “gasto extra” para o braile, daria elas por elas, e a moeda seria um produto com design muito superior.

    na minha opinião, qualquer gasto extra de material que seja bem fundamentado e com objetivos justos e corretos, não é desperdício, é um puta de um investimento!

  • Arlison Brito

    Do ponto de vista criativo nenhuma critica! Porém, a moeda não representa nenhum papel social. A palavra “comemorativa”,mudou toda a trajetória da ação. Tem dia e hora para acabar. Essa edição especial só vai trazer falsas expectativas para deficientes.

    Brasília/DF

  • Thio

    Prezados Botequenses:

    Paulo Cholla fez o teste de adivinhar as moedas comigo hoje no almoço e fico feliz em constatar que a única moeda ue eu não identifiquei foi a de 50 centavos antiga.
    Das novas que me colocaram na mão, eu acertei o valor de todas todas!

    Que venha o próximo desafio!

  • Paulo Cholla

    @Thio: mas se você estivesse em alguma fila contando o troco, já teria apanhado de uns 15 né? uhauahuahauahuah!

    lá foi sentado no banco, comendo Whopper duplo. imagina isso no ônibus, vc tendo que se segurar e passar logo pela catraca? tenso!

  • Mari Ornelas

    TENSO!
    {imaginando foto do thio nesse momento.}