a Ford nos enviou um material interessante falando sobre estudos de percepção de cores em seus carros globais, como a EcoSport e a Ranger.

de acordo com os especialistas da Ford após o consumidor olhar para o interior do carro ele julga em uma fração de segundo se as cores combinam ou não, e isso influencia na decisão da pessoa se o carro é de qualidade ou não. um dos pontos avaliados na pesquisa é descobrir o limite de percepção de tons no interior do veículo, sem causar reflexos e deixando o clima agradável.

“A primeira impressão realmente conta quando se trata de comunicar com eficiência a qualidade dos nossos carros, e a cor é um fator chave para isso” – Carsten Starke, engenheiro de pesquisa da Ford.

 

eles trabalham com 3 testes de cores:

percepção de cores – identificar o contraste de um número de 1 a 9 com o fundo;

tolerância de cores – deve-se destacar a diferença entre cartelas de cores. a tolerância é maior conforme as cartelas estão mais separadas – na prática, isso diz que a montadora precisa ser mais rigorosa no controle de cores quando monta componentes que ficam próximos.

combinação de cores – em um computador, as pessoas mudam os ajustes de cores (matiz, saturação e brilho), para identificar cores que combinam.

então quando fizer seu próximo layout, criar uma nova identidade, lembre-se que não basta deixar o fundo ou a fonte azul, vermelho, rosa, branco, porque é mais bonito. pensar sempre no objetivo a ser atingido com a peça!

Assine nossa newsletter

Receba o melhor conteúdo para se atualizar e inspirar

Concordo com os Termos de Privacidade do Boteco Design