6 maio

Cicero + Pantone: A união que é um sonho pra qualquer designer

Todo bom designer tem sempre por perto seu caderninho para fazer seus rabisco ou anotações, e também, já faz parte do dia-a-dia dos criativos, consultar as cores  nas escalas Pantone. Pensando em unir arte, moda e design, duas marcas queridinhas entre os designers se uniram para uma parceira inédita no Brasil! Tudo começou em julho de 2016 próximo a comemoração dos 10 anos da Cicero,  o designer e fundador da marca,  Cicero Pedrosa, recebe convite para uma parceria com produtos inéditos criados pela marca em parceria com a Pantone. Foram meses entre a criação e confecção dos produtos, que foram todos desenvolvidos, confeccionados no Brasil e aprovados nos EUA pela Pantone.  Deu-se origem à  linha Cicero + Pantone, que chega ao mercado com produtos que vão além do caderno.São 16 produtos criados exclusivamente para a parceria, entre eles necessaire e tote bag inéditos na história da marca. Cadernos, estojos e tags de mala também compõem a parceria, que foca todos os produtos em cartela de cores chapadas, são elas: Amarelo, vermelho, azul e verde, sempre com o tag branco e os números referentes a cada cor- marca registrada da Pantone. Alem disso, a Cicero, reconhecida por fabricar os melhores cadernos, com capas que...

Embalagens e rótulos de vinhos - Boteco Design
10 abr

rótulo e embalagem de vinhos #01

EMBALAGEM DE VINHOS - INSPIRAÇÃO seja um Merlot ou Syrah, Sauvignon Blanc ou Malbec, um vinho fica ainda mais delicioso quando ele começa te conquistando pela embalagem, pela marca e pelo rótulo. um trabalho bem feito de design vai ajudar na escolha do vinho e elevar a sua experiência na hora de beber.separei aqui alguns projetos que me chamaram a atenção de rótulos, embalagens e marcas de vinho, para inspiração:  ...

9 abr

Inovação e criatividade em uma programação variada no PATH 2018

O maior e mais diverso festival de inovação e criatividade do Brasil está de volta, o FESTIVAL PATH 2018 vai rolar entre os dias 19 e 20 de maio, em vários pontos do bairro de Pinheiros, com uma programação variada de palestras, shows, mostra de filmes, feiras e mais atividades. O festival chega à sua sexta edição abordando temas de inovação e criatividade com mais de 500 horas de conteúdo variado, como palestras sobre comportamento, tecnologia, urbanismo, cannabis, literatura, entre outros temas; workshops artísticos; shows; feiras de games, de gastronomia, de robótica e de empreendedorismo; cinema e happy hours. As atividades acontecem simultaneamente, em diferentes pontos do bairro de Pinheiros, como Instituto Tomie Ohtake, Fnac e Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC).O mote do Festival Path de 2018 é “Ideias que trocam ideias”, neste sentido, o próprio espaço do evento – em que tudo acontece ao mesmo tempo, num circuito em Pinheiros que pode ser feito todo a pé – cria um ambiente propício para as trocas e conexões. Nesta edição, e pelo terceiro ano consecutivo, haverá palestrantes holandeses que farão 10 palestras com temas relevantes e compartilhando seus conhecimentos.A programação já está no site, mas ela está sendo atualizada...

1 mar

A psicologia a favor do design

Algumas pessoas costumam pensar no design como um trabalho puramente artístico, o que não faz muito sentido, existe muito mais que um layout bonito por trás de um bom design. A sensação de beleza e inspiração não é suficiente para criar um design que funcione. É por isso que os designers devem possuir certos conhecimentos e habilidades de ciências distintas para fazer um trampo bacana. E não é apenas a arte do design, é também sobre vários campos de conhecimento e prática que os ajudam a trabalhar de forma eficiente e produtiva. Um dos estudos básicos que ajudam os designers a entender as pessoas é a psicologia. Usar conceitos básicos de psicologia a favor do design não é uma grande novidade, o fato é que a gente já utiliza  desses recursos em nossos  designs. Um simples texto em negrito, com letras maiúsculas já causa sensações distintas em que lê aquela mensagem. Identificar os recursos que a psicologia nos traz é a chave para criar experiências mais ricas nos projetos de design.Os designers veem a psicologia como uma abordagem complicada para melhorar o design e, por essa razão ignoram essa parte da pesquisa e análise. Mas, você não precisa ser um Ph.D....

10 jan

A obra de Basquiat vai rodar o Brasil

Após dois anos de intensa negociação, quatro cidades do Brasil vai receber cerca de 80 peças — entre quadros, desenhos, gravuras e pratos do novaiorquino Jean-Michel Basquiat. Uma grande exposição do artista será montada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) a partir do dia 25/01 em SP, e segue para outras unidades do CCBB. Basquiat ganhou popularidade primeiro como um grafiteiro na cidade onde nasceu e então como neo-expressionista. As pinturas de Basquiat ainda são influência para vários artistas.Pinturas e desenhos somam mais de 80 obras que devem fazer parte da exposição, que será a primeira grande mostra do Basquiat aqui no Brasil (em mais de 20 anos ). Jean-Michel Basquiat é um dos grafiteiros respeitados do mundo, no final dos dos anos 70 ele começou a pintar e dar cara nova às ruas de Nova York. Em uma mistura de caos e quase sempre remetendo às suas origens africanas, sua obra é chamada de ‘primitivismo intelectualizado’Como quase todo grande artista, o cara fez ainda mais sucesso depois de morto (que triste), suas obras tem valores milionários, hoje Basquiat faz parte do clubinho VIP dos grandes artistas, integrando o acervo dos principais museus do mundo e ainda costumam atingir preços altos em leilões de...

8 dez

A cor do ano de 2018 é ultravioleta

Como já é tradição, a Pantone escolhe uma cor que será a queridinha dos designers e arquitetos no próximo ano. Nesta quinta-feira (7.De), a cor de 2018: o "Ultra Violet" 18-3838 (ou ultravioleta, em português) foi revelado ao mundo. O tom púrpura substitui o verde "Greeney", que foi escolhido para 2017. A nova cor traz mistério e elegância, e é também uma cor super dinâmica que será tendência no design em 2018.De acordo com a diretora-executiva do Pantone Color Institute, Leatrice Eiseman, a cor foi eleita por “comunicar originalidade, engenhosidade e um pensamento visionário”. "Complexa e contemplativa, Ultra Violet sugere o mistério dos cosmos, a vontade de saber o que está adiante, e as descobertas além do que somos agora. O tom é super versátil - fácil de usar, e combina com tudo. Pra você já ir se atualizando e começar a usar em seus projetos, a cor do ano de 2018 - O Ultra Violet (18-3838), corresponde a cor 2096 na escala C da Pantone.Para saber mais sobre esta e outras cores, corre no Follow the Colours: www.followthecolours.com.br...

30 nov

Uma ideia promissora para o futuro da mobilidade urbana

Na última edição do What Design Can Do, que acontece eu São Paulo, a Questtonó, consultoria de inovação com escritórios em São Paulo, Nova York e Rio de Janeiro, apresentou um estudo que aponta para o futuro da mobilidade em grandes centros urbanos. Em um painel que debateu "O fim dos carros ou um novo começo?", ao lado de especialistas no tema, como Renata Grande, da Ford; Caio Vassão, arquiteto, urbanista e professor especializado em metadesign, e Natália Garcia, do projeto Cidades Para Pessoas, Barão di Sarno, designer e sócio fundador da Questtonó, apresentou Digital Rails: uma visão sistêmica para criar novas experiências em mobilidade. Se há apenas dois ou três anos as pessoas imaginavam tratar-se de um futuro distante ou de um filme de ficção científica quando se falava em carros autônomos, agora sabemos que é apenas uma questão de tempo para que nossas vidas estejam cercadas por eles. Todos os dias, empresas como Google, Uber e Tesla aplicam testes e pequenas atualizações em sua tecnologia, o que nos aproxima cada vez mais de uma nova era.Digital Rails propõe uma solução de baixo custo para que a transição entre os dias atuais e a era dos carros autônomos, uma realidade iminente,...

1 nov

What Design Can Do anuncia finalistas do Climate Action Challenge

Nós já falamos aqui no BotecoDesign sobre o What Design Can Do São Paulo, certo? No dia 23 de novembro, durante o evento vamos conhecer os ganhadores do Climate Action Challenge - 35 projetos selecionados [entre eles, um brasileiro] trazem uma grande variedade de soluções para o mundo. Uma estrutura que capta água pelo ar no Haiti, uma mochila que carrega uma estação de rádio que prevê desastres ambientais na Indonésia, uma frota de drones para plantar milhares de árvores e um templo móvel para ajudar comunidades a adotar um estilo de vida sustentável. Os 35 projetos selecionados no WDCD Climate Action Challenge são diversos em diferentes sentidos. Os selecionados foram revelados em Eindhoven durante a Dutch Design Week, na Creative Embassy of Climate Action, espaço do What Design Can Do, parte do World Design Event (WDE). O Climate Action Challenge foi criado pelo What Design Can Do em colaboração com a IKEA Foundation e a Autodesk Foundation, e em 2017 recebeu 384 inscrições de 70 países. Os projetos são separados em três categorias: Profissionais Criativos (15 selecionados), Startups (10 selecionados) e Estudantes (10 selecionados). Os projetos selecionados são de designers de 16 nacionalidades que enviaram proposta para os cinco tópicos estabelecidos (Água,...