Na notícia que li no site da Meio & Mensagem, eles anunciam que a Unilever está lançando o Projeto Arco-Íris, apenas na Europa. Esse projeto pretende reduzir o número de tonalidades em alguns tipos de embalagens como margarina, salada, mateiga.

O que me surpreendeu foi saber a quatidade de tonalidades que eles utilizavam e para quantas eles pretendiam reduzir. Já aviso, é absurdo… eles utilizavam mais de 100 tonalidades e pretendem reduzir esse número para apenas 6.

Em toda notícia que li aqui fica evidente a preocupação da Unilever com a redução de custos, afinal, estamos em tempos de crise. A economia para a empresa iria girar em torno de US$ 13 milhões e US$ 26 milhões, outros estimam que a economia para a indústria possa chegar até US$ 5 bilhões.

Claro… é importante toda essa preocupação com a economia, mas um aspecto que não foi nem citado foi o meio ambiente. Eles nunca tinham pensado em reduzir essas mais de 100 tonalidades antes? Realmente era necessária a utilização dessas quantidade toda tonalidades? E a degradação do meio ambiente? Eu sei que as embalagens de alimentos contém uma tinta especial que não faz mal a saúde e tals… mas a questão é que eles usavam e abusavam de todos os recursos, mas só se viram empedidos de continuar dessa forma por que a crise bateu e eles precisavam reduzir gastos! Se essa redução tivesse uma causa mais nobre como o meio ambiente, aposto que iria olhar essa matéria com outros olhos. Me sinto um pouco revoltada no momento.

Enfim, economizo por que to sem grana e não por que tenho uma política de preservaçã do meio ambiente, afinal, essa medida já poderia ter sido tomada a muito mais tempo. Essa é a idéia que me passou.

Via: Meio & Mensagem

Assine nossa newsletter

Receba o melhor conteúdo para se atualizar e inspirar

Concordo com os Termos de Privacidade do Boteco Design